segunda-feira, 5 de maio de 2014

Pomada de Barbatimão



Mais uma novidade da Ingá Saboaria Artesanal.


Creme corporal de Barbatimão
Pomada de Barbatimão


Pomada de Barbatimão - 50g

Pomada de Barbatimão com extrato concentrado.

Artesanalmente elaborada com matérias primas de primeira qualidade e extrato concentrado da casca do Barbatimão.

O Barbatimão é muito utilizado no tratamento e cicatrização do vírus HPV, nas úlceras, feridas, manchas e irritações. Rico em taninos e flavonoides, ele possui propriedades adstringente, antisséptica, antifúngica, antiviral, anti-inflamatória, cicatrizante, bactericida e hipotensora. Também é conhecido pelos indígenas como a "árvore que aperta".

Estudos tem demonstrado uma eficácia extraordinária no tratamento e cicatrização das verrugas genitais, papiloma vírus HPV, gonorréia, leucorréia, candidíase, feridas de um modo geral e outras infecções vaiginais.

A pomada age ressecando a verruga, deixando uma fina película, que quando retirada não deixa marcas.

Após a aplicação da pomada no local a ser tratado, a mesma deixará uma fina película de cor marrom, agindo no ferimento e protegendo o local.

Creme corporal de Barbatimão
Película formada após a aplicação da pomada.

Peso Aproximado: 50 gramas.

Prazo para a postagem nos correios: 4 dias úteis.


Clique aqui para comprar

segunda-feira, 3 de março de 2014

Sabonete em Creme

Sabonete em Creme


Todos já ouviram falar de sabão cremoso em referência à textura da espuma tanto de sabonetes em barra quanto de sabonetes líquidos. Algumas marcas também rotulam alguns dos seus sabonetes líquidos como cremoso devido a sua consistência que mais parece um condicionador do que um sabão propriamente dito.

A verdadeira definição de um sabonete cremoso está muito longe disso, mas nas nossas terras é o que nós conhecemos. Porém, agora isto está mudando para melhor, já que a Ingá Saboaria Artesanal desenvolveu um verdadeiro Sabão Cremoso que irá deixar a sua pele super macia e hidratada por um longo período de tempo. Se quiser maior hidratação, é só passar o sabão na pele e deixar por quanto tempo quiser. Depois é só enxaguar e a pele continuará sedosa e hidratada.

Para que não confundam sabão cremoso com a qualidade da espuma, resolvi nomeá-lo como Sabão em Creme para que passe a ideia de que ele é ao mesmo tempo um sabão e um creme e, na verdade ele é.

O sabão em creme é uma evolução dos sabões em barra e líquidos (a minha referência aqui é o uso de ingredientes que sejam todos vegetais e naturais e fazer o sabão a partir do zero. Digo isso porque é relativamente fácil fazer um sabão em creme utilizando matérias-primas sintéticas e petroquímicas). Digo evolução porque a técnica requer o uso tanto da Soda Cáustica (NaOH) quanto da Potassa Cáustica (KOH). O primeiro é para fazer o sabão em barra e o segundo para fazer o sabão líquido. Há uma proporção a ser respeitada entre KOH e NaOH para que o sabão tenha uma consistência de creme além do emprego de certas matérias-primas que serão saponificadas. Sem estas matérias-primas não se consegue a textura cremosa também.

Para conhecer melhor essa técnica tive que entrar em um grupo internacional seleto de saboeiros e saboeiras e só aceitam quem já é experiente tanto na técnica cold process e hot process para sabões em barra quanto na técnica para fazer o sabão líquido. Na verdade a técnica para fazer o sabão líquido e o em creme não difere muito. Somente difere as quantidades dos óleos e gorduras bem como os álcalis.

Não posso dar muitos detalhes porque o grupo pede sigilo nas informações, logo me desculpem se eu não for muito claro nas explicações.

Então como ele é feito afinal de contas e porque ele é tão delicado e gentil para com a pele?

O sabão em creme deve conter uma quantidade balanceada de óleos e gorduras vegetais onde a Estearina de Palma está presente em grande quantidade. A estearina é um ácido graxo livre, isto é, não está ligada à molécula de glicerol como as outras gorduras tais como o óleo de coco, oliva, arros ,etc.. A estearina pode vir de duas fontes, a animal e a vegetal. A fonte animal geralmente é o sebo bovino e banha suína, porém a vegetal necessariamente vem da Palma. A que eu uso é a Estearina de Palma (fonte vegetal) com certificado e laudo de análise do fabricante.
As proporções dos álcalis (KOH e NaOH) deve ser balanceada de tal forma que o produto final não fique sólido e nem líquido, mas uma substância cremosa e firme ao mesmo tempo.
A imagem abaixo demostra a penúltima etapa do sabão em creme onde ele já está com a textura desejada para ser embalado em potes cosméticos.
Pode-se conseguir também uma textura mais fluída para ser embalado em bisnagas.

Sabonete em creme


Sabonete em creme


Como exemplo, colocarei algumas etapas do feitio do sabão em creme de Barbatimão. A imagem abaixo é quando todos os óleos e a estearina já estão derretidos e misturados com o extrato de Barbatimão.

Sabonete em creme


A etapa seguinte mostra o resultado depois da completa saponificação dos óleos com a mistura de NaOH e KOH. Pode-se perceber que é uma massa igual a purê de batatas. Nesta etapa adicionamos alguns aditivos como o óleo de semente de uva. Misturamos bem e depois é só deixar esfriar e descansar por 24 horas.

Sabonete em creme


Após o descanso e o esfriamento, o sabão terá esta textura de pasta bem firme com um efeito perolado. É uma coisa bonita de se ver.

sabonete em creme de barbatimão


Este sabão pode ser usado como pomada já que contém grande quantidade de extratos de Barbatimão. Simplesmente passe na pele e deixe o tempo que desejar para que todas as propriedades do Barbatimão tenham efeito. Depois é só enxaguar que a pele ficará limpa, hidratada e sedosa.

A partir de agora é a finalização do sabão onde acrescentaremos água, aditivos botânicos e óleos essenciais para que ele tenha a textura final desejada. Essa finalização é feita com a ajuda de uma batedeira de bolo.

Na imagem abaixo já é o sabão terminado. Agora é deixar descansar mais uma vez de um dia para o outro e embalar em potes.

Sabonete em creme

sabonete em creme de barbatimão


sabonete em creme de barbatimão



Na loja da saboaria você encontrarão um descritivo e os ingredientes que fazem parte do sabão.

Por favor acesse para mais informações:

Até mais.

Ivan J Marochio

Eng. Químico

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Benefícios do Óleo de Neem / Nim

Óleo de Neem / Nim


O Óleo de Neem / Nim é um pesticida/inseticida orgânico natural biodegradável encontrado nos frutos de uma árvore da espécie Azadirachta indica. Esta Árvore é nativa da Índia e outras partes da Ásia e também é conhecida por Margosa. Possui propriedades antibacterianas, antifúngicas, anti-parasíticas e antivirais. O seu óleo é obtido por prensagem a frio das sementes. Tem uma cor verde para marrom e o cheiro lembra uma mistura de alho com enxofre (humm, uma delícia). O óleo de Neem é uma mistura de componentes onde a Azadirachtina é o componente mais ativo.


Nim
Neem / Nim

No Brasil, o conhecimento sobre este óleo ainda está em crescimento, porém fora daqui, ele é muito bem conhecido não somente pelas suas propriedades medicinais, mas também por tomar conta de problemas do meio ambiente. Nim é uma planta multi-uso por causa das suas excepcionais propriedades medicinais de curar doenças tanto da pele quanto nosso interior. Além de ter um poder repelente sobre qualquer tipo de mosquito ou inseto.

Melhor conhecido por suas aplicações em plantações, lavouras e jardinagem onde elimina pragas, fungos e insetos sem prejudicar as plantas. Também conhecido por seu uso veterinário onde também elimina parasitas como pulgas e carrapatos e, para a pele, age diretamente nas dermatoses, alergias, sarnas e outros problemas aliviando e até curando as aflições dos animais.O Óleo de Nim é um produto seguro para o seu uso tanto em plantas quanto externamente em seres humanos e animais. Não há nenhum efeito colateral ou problemas causados por ele.

As suas propriedades antibióticas e antialérgicas são excelentes em problemas como acne, ferimentos, cortes, dermatites, unha com fungos, alergias, infecções bacterianas e virais, inflamações, psoríase, eczema e inflamações artríticas.

Na cosmética, atua restaurando a maciez e elasticidade natural da pele, enquanto age como um desinfectante da mesma. Para os cabelos, atua em problemas de infestação de piolhos, caspa, seborréia, descamação do couro cabeludo, queda de cabelo. Ao mesmo tempo promove o controle da oleosidade, estimula o crescimento, combate o efeito de frisado e promove o brilho e a saúde capilar.

No uso veterinário, o óleo de Nim tem se mostrado um excelente repelente e atua diretamente no combate (e até elimina) a pulgas, carrapatos, sarnas, feridas causadas pelos anteriores, dermatites alérgicas ou não, previne a recorrência de infestações de insetos. Tudo natural sem a necessidade de usar produtos químicos e venenos na pele e no pelo dos animais.


Fontes:


O Sabonete de Neem / Nim

Sabonete Neem

  
   


Sabonete elaborado com 14% de puro óleo de Neem prensado a frio, além de outros óleos vegetais. Contém óleos essenciais de Tea Tree (Melaleuca), Eucalípto Globulos,  Capim Limão e Citronela. Estes óleos tem propriedades repelentes, antibacterianas e antifúngicas. Ideal para uso pessoal e também para o seu animalzinho de estimação.Também contém folhas secas de hortelã que é um excelente calmante e cicatrizante.

Tipos de pele mais indicado: Todos os tipos de pele.

Sabonete artesanal produzido pelo método cold process (saponificação a frio). Produzido com óleos vegetais puros, não contém ingredientes sintéticos tais como tensoativos e surfactantes (espumantes).

Ingredientes: óleos saponificados com NaOH de Neem, Azeite de Oliva, gordura vegetal, Arroz, Estearina de Palma e Coco de Babaçu. Folhas de Hortelã secas. Água e Glicerina natural. Extrato de Alecrim.Óleos Essenciais de Tea Tree (Melaleuca), Eucalípto Globulos, Capim Limão e Citronela.

Peso Aprox.: 130 gramas

domingo, 1 de dezembro de 2013

Feira de Natal em Maringá no centro

Feirinha de Natal


Olá pessoal!!

Até o dia 23/12/2013 estarei na feirinha de natal na Praça Napoleão Moreira da Silva (em frente às Lojas Pernambucanas) em Maringá/PR expondo maravilhosos sabonetes. Horário: 10:00 - 22:00. Teremos sabonetes em barra e líquidos os quais já são bem conhecidos. Mas não para por aí. Tenho 3 grandes novidades e quem visitar a minha barraquinha irá se deliciar.


1. Agora o Sabonete de Arruda e Sal grosso com Alecrim está sendo fabricado com Manteiga de Cacau, além dos outros ingredientes. Se antes esse sabonete já causava espanto a quem o usa, agora vocês irá morrer de amores pela cremosidade e hidratação que este sabonete proporciona.


2. O sabonete de Lavanda e Alecrim agora está sendo fabricado com Manteiga de Cacau e Karitè. São 12% de pura cremosidade e tratamento para peles ressecadas. Ele se tornou um sabonete aveludado com uma espuma leve e cremosa. Se antes já era bom, agora está perfeito.


Sabonete Lavanda e Alecrim com Manteiga de Cacau e Manteiga de Karite
Sabonete Lavanda e Alecrim


3. Já ouviram falar de sabão em creme, sabonete em creme ou Cream Soap em inglês? Faça um google (também nas imagens) com estas palavras em inglês que vocês terão uma ideia do que estou falando. Tem um para demonstração para quem quiser experimentar aqui na feira. Não vou entrar em detalhes porque espero vocês aqui na barraquinha para a apresentação. Tenho certeza que vocês não serão mais os mesmos depois que experimentar um sabão em creme.




Aguardo vocês lá.

sábado, 7 de setembro de 2013

Feira Expoflor em Maringá/PR

Para quem mora em Maringá/PR, estou com uma barraquinha na Expoflor. Um evento de exposição e venda de flores e plantas na praça em frente a Catedral Nossa Senhora da Glória.

Estarei este final de semana e a semana que vem toda.


Quem quiser conhecer meu trabalho e dar umas cheiradas, pode vir que estarei esperando com o maior prazer.

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Sabonete e mais sabonetes para todos os gostos

Como já havia dito, a Ingá Saboaria está retornando com novidades e agora é para valer.


Aqui pode-se observar um exemplo do que está por vir. a imagem acima mostra algumas coisinhas que andei fazendo depois da mudança de endereço. Tinha mais coisas, mas a mesa foi pequena, rsrs. A mesa tem 2 metros de comprimento.Os sabonetes branquinhos nas primeiras filas são os de Arruda e Sal Grosso e no canto esquerdo os de Barbatimão. Mais atrás são blocos de sabonetes recém desenformados e que ainda será cortados em blocos menores como a pequena torre a direita seguido do corte em barras.Não lembro se já mencionei antes, mas a tendência da saboaria era substituir os sabonetes que ainda estavam sendo usadas essências pelos puros óleos essenciais. Nesta imagem, somente o de Barbatimão e o líquido íntimo de Barbatimão é que ainda estou fazendo com essências. Os demais foram feitos com os maravilhosos óleos essenciais que a natureza ainda nos dá o prazer de experimentar.


Seguindo da esquerda para a direita, os primeiros blocos de sabonetes são:

Neem (Elaborado com óleo de Neem prensado a frio. Este óleo e espetacular para tratamento de acne, fungos e outras enfermidades. Muito utilizado em produtos para animais de estimação, mas tenha certeza que também pode ser utilizado por nós. Este pode ser adquirido por quem ama os animais. Uma barra para você e uma barra para o seu animalzinho de estimação).
Cravo e Alecrim (este era feito com essência, agora só com óleos essenciais. A diferença foi enorme no cheiro).
Mantra (um sabonete feito por técnicas especiais e com óleo essencial de cravo, alecrim e laranja doce). Intoxicante!! Querem experimentar?

Segunda fileira:

Cenoura e Soja (outro que era usado essências. Agora elaborado com óleos essenciais de Canela Cássia, Tangerina e Alecrim). Esse eu nem vou falar ainda e já estou curtindo uma barrinha no banho. Foi difícil resistir.
Capim Limão (este era o Aloe Vera e Erva Doce com essência de erva doce que agora se chama Capim limão. Os ingredientes são os mesmos como a Babosa - Aloe - e a erva doce. Só que agora vem com óleos essenciais de Capim Limão, Tea Tree e Patchouli)
Mais estarão por vir.

Logo atrás estão os líquidos como o Alecrim e Sálvia, Sonho de Lavanda, Capim Limão, Barbatimão e os elaborados com 82% de Azeite de Oliva (os últimos de trás).

Dois deles também eram feitos por saponificação a quente (hot process), mas que agora estão sendo feitos por saponificação a frio (cold process). São os de Cravo e Alecrim e de Cenoura e Soja. O de Cenoura foi um pouco mais difícil de acertar porque os ingredientes como o óleo essencial de Canela, a cenoura e o leite de soja em pó mudam o ponto do traço. Lembro da primeira vez que fiz o sabonete de cenoura. Foi um desastre e vocês podem ler essa história nos primeiros posts deste blog.

A minha loja on-line também mudou. Não estou mais com o Elo7.
Agora para adquirir os produtos da Ingá Saboaria Artesanal, visitem o site Iluria:

www.ingasaboaria.com.br

Que também logo estará com domínio próprio e 100% independente.

Também tenho alguns produtinhos no Mercado Livre como os sabonetes de Barbatimão e Arruda e Sal Grosso.

Até mais.

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

A Ingá Saboaria Renasceu novamente

Estamos de volta com grandes novidades

Olá pessoal.

Estou de volta!!
Passei por grandes barreiras e dificuldades desde o começo deste ano de 2013. Entre eles problemas familiares, financeiros e de espaço para fazer o que eu mais gosto. Adivinhem o que é? Sabonetes claro.
Foram solavancos e muros, mas agora tenho o meu espaço para fazer maravilhosos produtos para o banho e higiene.

Peço sinceras desculpas a todos aqueles que me escreveram fazendo perguntas ou pedino ajuda por não ter retornado as mensagens . Prometo que agora será diferente. Mas é claro que não poderei entregar os macetes. Pelo menos por enquanto.

Depois de muito tempo sem postar aqui, vou começar a alimentar este blog com novidades, produtos e assuntos referente a sabões e sabonetes bem como os ingredientes utilizados.
A saboaria está em pleno vapor trabalhando e fazendo o que há de melhor para o seu bem estar, seu banho e também a sua saúde.

Gostaria também de agradecer a todos os clientes que compraram e continuam comprando comigo e acreditando no meu trabalho. Muito obrigado a todos pela confiança e desejo a todos muito sucesso.

Aguardem por novidades que elas estarão chegando logo logo.

Abraços a todos

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Sabonete de Barbatimão Edição Especial com Óxido de Zinco



Além dos benefícios do barbatimão que este maravilhoso sabonete contém, a Edição Especial vem com

Óxido de Zinco

Que é um mineral natural presente em vários medicamentos e cosméticos. Um exemplo é a Pomada Hipoglós que contém grande quantidade. Outro são os protetores solares.

O óxido de zinco é excelente para combater e curar assaduras, queimadura e inflamações. Além de ser um ótimo protetor dos raios solares.

Estará disponível daqui uns 5 dias. Então façam suas encomendas que este sabonete esgota rápido.

E-mail: ingasaboaria@gmail.com

Preço: R$ 10,00 + frete por conta do comprador.

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Sabonetes Líquidos Naturais feitos com óleos vegetais

Boa noite pessoal. Vou falar um pouco dos meus sabonetes líquidos vegetais e naturais. Para fazer um sabonete líquido a partir de óleos como o Coco de Babaçu, Azeite de Oliva, Soja, etc., usa-se uma técnica diferente com relação a escolha dos ingredientes e o álcali que vai gerar a lixívia. A escolha dos ingredientes depende do visual do produto final que se deseja. Através dessa escolha pode-se ter um sabonete turvo, isto é, sem transparência ou completamente translúcido. Óleos como o de Jojoba, Palma e outros que pode conter matéria insaponificável, causa turvação no sabonete líquido, mesmo diluindo ele a grandes porcentagens. O álcali, que será responsável pela saponificação, deve ser a Potassa Cáustica (KOH) e não a soda cáustica (NaOH). Os sais de potássio que se formam na saponificação são mais solúveis em água. Isso significa que pode-se fazer um sabão ou sabonete líquido concentrado, usando pouca água na diluição da massa.

Olha ela  depois da completa saponificação. A massa fica semi-translúcida e pastosa.
Aqui tem óleo de coco de Babaçu, soja, azeite de oliva e rícino (mamona).

Depois que os óleos são saponificados, vem a parte da diluição onde adiciona-se água quente para que haja a completa dissolução. Este processo tem que ser bem controlado porque se colocar muita água, o sabonete ficará ralo e sem a ação desejada. Também precisa ser água de ótima qualidade. A que eu uso é de poço artesiano. Aqui em maringá tem muito disso.
Todo o processo leva 3 a 4 dias para se completar. Assim, no final do processo, eu terei uma base de sabonete líquido translúcida e viscosa parecendo mel. Só assim se terá a certeza de que a base do sabonete está no ponto ideal de concentração para fazer um sabonete natural, vegetal, sem aditivos sintéticos e que, para a pele, não há nada igual.
Depois da dissolução, vem a parte dos extratos glicerinados, óleos essenciais e/ou essências.
Os extratos são adicionados primeiro e depois os óleos essenciais.
Se tudo ocorreu bem, o sabonete líquido terá a cor do extrato glicerinado escolhido, ele será translúcido e com um aroma incrível.
Olha a foto abaixo. Como a aloe vera é um gel claro semi transparente e o extrato glicerinado também, esse sabonete líquido ficou com a sua cor natural.



O sabonete líquido produzido dessa maneira tem uma textura diferente e a ação dele na pele também. Não tem nada haver com os "normais" sintéticos que todos compram e usam. Todos os sabonetes líquidos vendidos em supermercados, farmácias (inclusive manipulação), lojas de cosméticos e etc. usam ingrediente sintéticos. Fora os corantes artificiais usados.
Os mais comuns (e pode ter certeza que pelo menos 2 ingredientes listados abaixo) fazem parte dos sabonetes sintéticos e que hoje, na minha opinião, deveriam ser chamados de detergentes.

Lauril Éter Sulfato de Sódio (LESS) - esse é o principal e mais agressivo.
Amida 60 ou 80 ou 90 (dietanolamina de ácido graxo de coco). A numeração determina a concentração de ativos. Confere viscosidade e detergência.
Anfótero (Coco amido propil betaína) - aumenta a viscosidade do sabonete sintético.
Dodecil benzeno sulfonato de sódio (popularmente chamado de ácido sulfônico) - mais usado em detergentes lava louças, roupas e detergentes profissionais tais como solupan, intercap, etc. Sim pessoal, tem sabonetes líquidos que tem esse ingrediente. principalmente aqueles baratinhos (5 litros por 10 reais).
Lauril Sulfato de Sódio (LSS - sem a designação éter) - dizem que é mais ameno que o LESS.
Lauril Sarcocinato de Sódio - também mais ameno que o LESS.
Lauril Sulfato de Amônio (LSA) - alternativa mais leve aos outros acima
Nonifenol Etoxilado (Renex) - usado também em detergentes para limpeza pesada. Esse ingrediente foi banido da Europa por causar mutação genética - faça a pesquisa. No Brasil é utilizado que nem água.
Polietileno glicol - derivado petroquímico muito utilizado para fazer extratos glicólicos e como aditivo no sabonete para atrair água para a pele. Esse ainda tenho minhas dúvidas se é bom ou ruim. Existem vários estudos que mostram os dois lados, mas por via das dúvidas, não uso ele na produção.
Trietanolamina - é um alcalinizante que melhora a solubilidade de outros aditivos na composição do sabonete sintético.
Álcoois etoxilados - família grande de ingredientes derivados da petroquímica, que são mais caros e que conferem uma melhor aceitação na pele. São mais amenos e usados em pouquíssima quantidade porque aumentam o custo do produto final.
Aminas óxidas - família grande também e mais caros. São ingredientes amenos como os álcoois etoxilados.
Base perolada (ingrediente para o sabonete) - nada mais é do que composto inerte. Não agrega nada além do visual "perolizante".

Esse são alguns ingredientes sintéticos encontrados no sabonetes líquidos comerciais. Sejam eles para bebês, higiene íntima, banho, lavabo. Há também outros para amenizar os efeitos de detergência para que eles tenham mais aceitação como a uréia e a glicerina.

Escrevo isso porque já fiz muito detergentes sintéticos como sabonetes líquidos, detergente lava louça, detergentes para limpeza pesada como ácidos e alcalinos, detergentes clorados, desinfetantes e muito mais. Se quisesse, poderia deixar o sabonete líquido em forma de gel transparente. Já os naturais, não aceitam um aumento de viscosidade muito grande. Por isso eles são mais fluidos.
Se alguém quiser uma receita, tenho várias e já testadas, mas não faço mais. Tentei fazer produtos diferenciados com esses ingredientes onde a qualidade predominasse, mas o custo de produção também aumenta proporcionalmente à qualidade e segurança no uso. As receitas foram resultados de muita pesquisa em livros e na internet. Mas aqui na minha cidade não vingou pois acharam que era muito caro. A preferência era pelos baratinhos.

Voltando aos sabonetes, para quem tem a pele normal e sem problemas, estes tipos de sabonetes não geram problemas maiores. Mas para quem tem a pele sensível (como as mulheres) ou com enfermidades, eles são bastante agressivos. Não damos conta disso e vamos para o médico para resolver os problemas de pele causados por produtos cosméticos industrializados. Ele receita um creme que irá apenas atacar a consequência e não a causa. E mais, o creme também tem ingredientes que podem ser prejudiciais.
Logo, entramos num círculo vicioso, sabonete-creme-sabonete-creme...., e quem sofre é a pele.
A indústria cosmética fatura bilhões com isso. Que forma mais lucrativa de ganhar dinheiro fazendo um produto que causa problemas e outro que alivia não é mesmo?

Então é isso! Como dizia um ex-colega de trabalho quando eu morava São Paulo.

Espero ter esclarecido alguns pontos sobre a diferença entre o que é natural e o que é sintético e seus efeitos na pele.

Para comparar um e outro, só usando mesmo. Tenho certeza que não irá se arrepender.

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Sabonete de Barbatimão

O sabonete de Barbatimão é um tipo que as mulheres vão gostar. O Barbatimão é uma árvore com cascas grossas de origem do centro oeste brasileiro. No Nordeste também é encontrada.
A casca dessa árvore era utilizada na medicina dos nossos avós e pelos indígenas na higiene íntima e contra várias enfermidades da pele como coceira, cicatrizante de feridas, fungos e bactérias.
Hoje em dia, ela é ainda famosa pelo seu uso na higiene íntima da mulher, pois combate vários problemas relacionados ao órgão sexual feminino. Além de que, segundo várias fontes de informação, o Barbatimão contém grandes quantidades de uma substâncias que o fez famoso. Essas substâncias são os taninos que confere adstringência. Por isso ela é conhecida como a "árvore que aperta".
Com relação a grande quantidade de taninos, com certeza é verídica a informação. Posso até provar com fotos da minha querida bacia de aço inox onde faço minhas preciosidades. Mas antes preciso dar algumas informações sobre o que é taninos.
Serei simples nas informações, mas vocês podem pesquisar mais na internet.
Taninos são moléculas complexas de grande peso molecular de origem vegetal solúveis em água, álcool e acetona. Quando solubilizados em água, os taninos conferem uma cor marrom claro, passando para marrom avermelhado até marrom escuro dependendo da quantidade e tipo presente no vegetal. É encontrado em cascas de árvores, folhas, raízes e até frutos. Uma das principais aplicações dos taninos é o curtimento de couro. Existem empresas (fábricas) que só fazem a extração dos taninos, sustentável é claro. As principais estão no Rio Grande do Sul.
Outra aplicação muito importante dos taninos é contra a ferrugem. Isso mesmo. Ferrugem. Essa que encontramos no metais, nos nossos portões, janelas, grades, carro, etc.
Se estiver curioso(a) sobre isso, há uma experiência bem facinha de fazer: umas das ervas com mais riqueza em taninos é o chimarrão e é fácil de encontrar. Cravo da índia e chá verde e preto também, mas é mais caro. Faça um chá bem concentrado dele em água fervente e deixe descansar e esfriar por mais 12 - 24 horas. Pronto, sua solução contra a ferrugem está feita. Pegue um pedaço de metal enferrujado e tire o excesso de ferrugem com uma lixa ou material abrasivo. Só o excesso. Mergulhe na solução de chimarrão e aguarde 30 minutos a uma hora. Quando você retirar o metal da solução, ele vai estar preto e mais preto ainda na parte enferrujada. O tanino reagiu com o óxido de ferro (ferrugem) formando tanato de ferro, que é inerte, e que protege o metal contra futuras corrosões. Esse é o famoso convertedor de ferrugem que muitos pagam um absurdo por 50 a 100 ml. Claro que tem outros aditivos para melhorar a eficiência na conversão, mas basicamente são taninos. No portão ou grade, retire o excesso e passe a solução com um pincel. Pode precisar várias demãos, mas funciona. Depois é só pintar. Vai durar muuiitoo mais tempo do que quando você comprou o portão novo.

Fiz uma batelada recente por hot process. Se vocês viram a foto do sabonete na loja do elo7, agora já sabem por que ele ficou quase preto. Foi devido aos taninos.

Os sabonetes. Vejam eles na minha bacia cozinhando. Parece brigadeiro.

Sabonete de Barbatimão

Depois de enformado e duro, olha a barrona que linda e texturizada ainda por cima. Parece bolo de chocolate.

Sabonete de Barbatimão

Foi só cortar, tirar uma foto e agora as barras estão descansando (já fazem 7 dias). Já estão prontas para quem quiser.

Sabonete de Barbatimão

Ingredientes utilizados:

- Óleo de coco de Babaçu.
- Azeite de Oliva.
- Óleo de soja não trangênico.
- Óleo de Arroz vindo do Rio Grande do Sul.
- Óleo de Rícino (mamona).
- Óleo de Abacate.
- Barbatimão (infusão em óleo e água)
- Essências de Pimenta Rosa, Canela Cássia e Laranja.

Até a próxima.